Novidades

A CETESB e o Dia Mundial da Água

De acordo com a ONU-Brasil, 748 milhões de pessoas,aproximadamente 10% da população mundial, não têm acesso à água potável.  A previsão é que, até 2050, 1 bilhão de pessoas viverão em localidades sem a água necessária para o abastecimento público. Promover a adequada gestão, a fiscalização e o gerenciamento da água são ações primordiais.

A CETESB marcou presença no 8º Fórum Mundial da Água,realizado em Brasília, pontuando a importância do licenciamento ambiental na gestão integrada dos recursos hídricos e do processo de outorga para a implantação de empreendimentos no Estado de São Paulo.

poros ambiental-dia da água

Veja matéria na íntegra, fonte: CETESB

Comentários POROS AMBIENTAL:

O controle e monitoramento da qualidade das águas são atividades primordiais, e para isso, é de extrema importância a criação e implementação de mecanismos que permitam uma boa gestão dos recursos hídricos,como outorgas e licenciamento ambiental.

A presença da CETESB (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo) no 8º Fórum Mundial da Água, destacando a relevância destes mecanismos,salienta o compromisso deste órgão com a gestão da qualidade das águas no Estado de São Paulo, sendo que há mais de quatro décadas a CETESB acompanha a qualidade das águas dos rios, represas, subterrâneas e litorâneas, através de redes de monitoramento.

Promover políticas públicas que permitam uma boa gestão dos recursos hídricos é necessário para potencializar melhores resultados no fornecimento de água de boa qualidade a população, além de garantir oferta deste recurso para setores como o industrial e agrícola, para isso é necessária a ação conjunta entre os diferentes órgãos ambientais e agências reguladoras em diferentes esferas (municipal, estadual e federal), como o que já ocorre entre a CETESB e a ANA (Agência Nacionais das Águas).